Como me tornei estúpido

estúpido

“Porque no acúmulo de sabedoria, acumula-se tristeza, e quem aumenta a ciência, aumenta a dor”(Eclesiastes, 1,18). É esse o mote que Antoine, um erudito cujos conhecimentos sempre interminados, que vagam da biologia à metafísica, passando por seus sólidos conhecimentos de… aramaico, arroga para sua nova empreitada: tornar-se estúpido.

Martin Page constrói um personagem memorável. Antoine é um curioso, que tem uma relação visceral com o conhecimento, para além da vida acadêmica regular à qual, obviamente, não se adapta. Dos inúmeros cursos que começou, só conseguiu coletar “pedaços de diplomas”, tão somente por se interessar por tantas e distintas coisas. Mas Antoine não é somente um flâneur das ciências. É portador de uma consciência aguda, “que corre maratonas todos os dias”, e aqui começam seus problemas.

O personagem é crítico, ácido – o que garante um humor fino e extremamente bem calibrado do livro – e odeia o mundo das burocracias, obrigações desprazerosas e da ignorância contumaz. Entretanto, descobre-se, por isso mesmo, doente. Sofre da patologia daqueles que pensam demais e que, como diz o sábio livro da Sabedoria, têm sua dor de viver aumentada em proporção direta à sua lucidez. Contudo, a condução de Page não desemboca numa lamentação dolorosa ou uma depressão que arrasta o leitor. Com o humor sofisticado a que já aludimos, o autor mostra a decisão de Antoine diante desse quadro irreparável: abdicar de sua consciência e inteligência e tornar-se retumbantemente estúpido.
Acompanhar o périplo do personagem, suas técnicas singulares – como tornar-se quase um enólogo visando ser simplesmente um alcoólatra – e seu empenho em se metamorfosear em um imbecil é o grande convite do autor que, com um desenrolar curiosíssimo faz de “Como me tornei estúpido” um livro que consegue a proeza de ser irônico, sofisticado e ingenuamente belo.

COMO ME TORNEI ESTÚPIDO
Autor: Martin Page
Tradução: Carlos Nougè
ISBN: 85-3251837-0
Páginas: 160
Formato : 12×18
Editora: Rocco

Leia também:
Dá uma espiadinha…

Assine o feed do Inter-Esse

Anúncios

6 Respostas to “Como me tornei estúpido”

  1. Blogs e excelência « Inter-Esse Says:

    […] Leia também: Dá uma espiadinha…  Como me tornei estúpido […]

  2. Blogs e excelência « Inter-Esse Says:

    […] Leia também: Dá uma espiadinha… Como me tornei estúpido […]

  3. ENEM « Inter-Esse Says:

    […] Leia também Como me tornei estúpido […]

  4. E o pouco que lê… « Inter-Esse Says:

    […] Leia tambémENEMComo me tornei estúpido […]

  5. Sexta de Livros « Inter-Esse Says:

    […] tambémComo me tornei estúpidoAhn, os jornalistas…Teologia e […]

  6. Sexta de Livros « Inter-Esse Says:

    […] Leia tambémDois fragmentos para um sábadoComo me tornei estupido […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: